quarta-feira, 12 de março de 2008

Say what you need to say...

Take all of your wasted honor
Every little past frustration
Take all of your so called problems
Better put 'em in quotations
Say what you need to say!

Walkin' like a one man army
Fightin' with the shadows in your head
Livin' up the same old moment
Knowin' you'd be better off instead
If you could only...
Say what you need to say...

Have no fear for givin' in
Have no fear for giving over
You better know that in the end
It's better to say too much
Than never to say what you need to say again!

Even if your hands are shaking
And your faith is broken
Even as the eyes are closin'
Do it with a heart wide open!
Just say what you need to say!!!

quinta-feira, 25 de outubro de 2007

Balanço de um ano...

É hoje...um ciclo de vida se encerrou ontem e um novo se inicia hoje!!
Fiquei pensando nas coisas que adquiri no ano que passou, nos desafios vencidos, nos que ainda não consegui vencer, nas conquistas, nas bençãos, nas pessoas que conheci, nos amigos que sempre me acompanham, na família que é meu porto seguro, na minha profissão etc etc etc. Tantas coisas boas, e outras tantas não tão boas assim... Mas em meio a tudo isso uma certeza: cresci um pouco mais, amadureci um pouco mais. Mesmo dos momentos mais difíceis acho que consegui aprender uma lição, a lição de que a gente nunca sabe de tudo muito embora às vezes seja cômodo pensar que sabemos.
Muitas coisas mudaram na minha vida em pouco tempo, digo pouco tempo porque foram mudanças consideráveis no meu modo de pensar e agir. Sinto que estou no caminho certo, ou pelo menos no caminho que tem me trazido mais felicidade, então, tudo bem.
Li algo essa semana que tem tudo a ver com isso:

"Change has a considerable psychological impact on the human mind. To the fearful it is threatening because it means that things may get worse. To the hopeful it is encouraging because things may get better. To the confident it is inspiring because the challenge exists to make things better. "(King Whitney Jr.)

Considero-me parte do grupo hopeful e confident...afinal, se tenho me esforçado para mudar determinadas coisas é só para que tudo fique melhor, mais bonito, mais feliz!
Não posso deixar de mencionar as pessoas que fazem da minha vida uma "Disney", como costumo brincar....sou feliz porque vocês estão sempre ao meu lado, e vocês sabem disso!
E voilà, parabéns para mim! rs

segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Pela paz...

Aconteceu numa praça, no Japão.
Não se sabe como o pássaro morreu. Porém, de uma forma ou de outra, ali estava ele no asfalto, inerte, sem vida. Seria um fato corriqueiro, mas um fotógrafo resolveu registrar o momento e fazer a diferença...

Segundo o relato dele, uma outra ave permanecera próxima ao corpinho sem vida durante horas. Chamando pelo companheiro, ela pulava de galho em galho, sem temer os que se aproximavam, inclusive o fotógrafo que se colocava bem próximo.

Ela cantava num tom triste. Voava até o corpinho inerte, pousava como querendo levantá-lo e alçava vôo até um jardim próximo. O fotógrafo entendeu o que ela pedia e, assim, foi até o meio da rua, retirou a ave sem vida e a colocou no canteiro indicado. Só então a ave solidária levanta vôo e, atrás dela, todo o bando.

As fotos traduzem a seqüência dos fatos e a beleza dos sentimentos no reino animal. Segundo o relato de outras testemunhas, dezenas de aves antes de partirem sobrevoaram o corpinho do companheiro morto. A ave que fez toda a cerimônia de despedida, quando o bando já ia alto, inesperadamente voltou ao corpo inerte no chão e tentou novamente chamar o companheiro à vida. Com amor e carinho, ela se despede, revelando o seu sentimento de dor.
Agora fica uma reflexão: Serão realmente os animais os seres irracionais?
Onde está o amor, a caridade e o respeito entre nós, seres humanos e "racionais"?